No mesmo dia do anúncio da demissão da jornalista Monalisa Perrone da Globo, a emissora já divulgou quem será o substituto da apresentadora no comando do telejornal Hora 1. Trata-se de Roberto Kovalick, que trabalha atualmente como repórter especial do Jornal Nacional e apresentador substituto do SP2 e do Jornal Hoje, mas fez carreira na Globo como correspondente internacional.

+Leia também: Antonia Fontenelle detona ex-marido após a morte! Veja!

Estreia de Kovalick no comando do 'Hora 1' deve acontecer somente na segunda-feira (9). Foto: Divulgação/TV Globo
Estreia de Kovalick no comando do ‘Hora 1’ deve acontecer somente na segunda-feira (9). Foto: Divulgação/TV Globo

A edição do Hora 1 desta terça-feira (3) foi a última apresentada por Monalisa. No entanto, a estreia do jornalista à frente do telejornal deve acontecer somente na próxima segunda-feira (9). Até lá, o programa será apresentado por Michelle Barros.

Em comunicado oficial enviado à imprensa, o diretor-geral de Jornalismo da Globo, Ali Kamel, disse que é uma grande alegria anunciar o nome do jornalista como apresentador do telejornal. Para ele, Kovalick é “um dos nossos mais talentosos jornalistas”. O comunicado ainda contém um agradecimento a Monalisa por sua trajetória na emissora. Ela estava no comando do Hora 1 desde sua estreia, em 2014.

+Leia também: Anitta cancela agenda após ter doença diagnosticada

 

Carreira de Kovalick

O novo âncora do Hora 1 começou a carreira em 1987, na Rádio Gaúcha de Porto Alegre, pouco tempo depois, se tornou repórter da RBS-TV, também de Porto Alegre.

Suas reportagens passaram a ser exibidas no Jornal Nacional e em outros jornais da Rede Globo e, em 1990, ele foi convidado para se transferir para a TV Globo do Rio de Janeiro, onde participou de coberturas marcantes como o sequestro do ônibus 174.

No ano 2000, foi transferido para a TV Globo de Brasília, para fazer reportagens investigativas. Cobriu momentos importantes da história recente, como as eleições de 2002.

Mais tarde, em 2008, quando era já repórter nos Estados Unidos, Kovalick participou da cobertura da histórica eleição de Barack Obama. Já em 2011, no Japão, teve como cobertura mais marcante, o tsunami que atingiu o país e provocou o acidente nuclear de Fukushima.

Em 2013, foi transferido para o escritório da Globo em Londres, como repórter e chefe do escritório. Voltou ao Brasil em 2016, quando foi transferido para a Globo de São Paulo.

Em sua primeira passagem por Curitiba, Lauana Prado faz show com ingressos esgotados