Além da exibição de filmes nas diversas mostras (Aurora, Autorias, Panorama, Transições, Foco), a Mostra de Cinema de Tiradentes sedia importantes seminários. Nessa terça-feira, 27, curadores europeus (Aurélie Godet, do Festival de Locarno; Charles Tesson, da Semana da Crítica de Cannes; Amália Serrulla, do comitê de seleção de San Sebastian; Marika Kozlovska, consultora na Alemanha) debateram com o assessor internacional da Ancine, Eduardo Valente, o diálogo entre culturas.

A ideia é sempre discutir a inserção do cinema brasileiro no mundo, ampliando a participação em festivais e no próprio mercado. A mediação foi feita pelo jornalista Pedro Butcher. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.