Os dias 16, 17 e 18 de setembro serão de intensa programação cultural. A cidade de Londrina, no interior do Paraná, vai sediar uma festa nacional das letras: Londrix 2005 – festival Literário de Londrina. O evento vai reunir importantes nomes da literatura brasileira, paranaense e local para discutir e pensar os rumos da literatura feita hoje no Brasil, seus impasses e peculiaridades, em toda a sua diversidade de experiências e rituais.

Serão três dias de oficinas, palestras, shows e debates abordando assuntos pontuais e controversos como políticas públicas para a literatura, literatura e crítica brasileiras hoje, poéticas e literaturas marginais, literatura infantil e infanto-juvenil, além de espaços possíveis de circulação literária em tempos paradoxalmente civilizados e bárbaros como os nossos. Entre os participantes estão nomes de destaque e qualidade no cenário atual como Domingos Pellegrini Jr., Vitor Ramil, Maria Esther Maciel, Horácio Costa, Ademir Assunção, Hélio Ziskind, Joca Reiners Terron, Fábio Brüggemann, Cléo Busatto, Mario Bortolotto, Daniel Pelizzari, Cláudio Daniel, entre outros.

A festa na taba Londrix 2005 também conta com dezenas de lançamentos de livros, revistas e CDs, além de shows com artistas que integram a literatura em seu trabalho musical ou vice-versa, como Edvaldo Santana, Vitor Ramil, Cida Moreira, Hélio Ziskind, Paulo Netho e Salatiel Silva, Rodrigo Garcia Lopes, Bonus Trash e Benditos Energúmenos, entre outros.

Nesta festa literária a Feira de Livros vai possibilitar o encontro de várias editoras que estarão expondo e comercializando seus produtos, abrindo espaço para editoras de pequeno e médio porte mostrarem sua produção. Além das performances diárias de Hélio Leites, as revistas independentes também marcam presença, com lançamentos dos novos números de Babel, Etecetera, Oroboro, Ontem Choveu no Futuro e Coyote.

Londrix 2005 também tem um espaço dedicado à criança, reforçando a importância da formação de novas gerações de leitores. Na Tenda Lúdica, pais e filhos terão a oportunidade de entrar em contato com o admirável mundo novo da literatura através de ?contação? de histórias, contato com autores, shows musicais e vivências lúdicas. Consultores de projetos da UNESCO de incentivo à leitura, como Gean Calvi e Lucila Martinez, estarão debatendo e discutindo este e outros assuntos de âmbito nacional e internacional. Músicos de renome estarão utilizando suas canções como forma de estimular a leitura, com destaque para Hélio Ziskind, criador das trilhas dos programas infantis da TV Cultura. As oficinas ?História e Literatura?, com Rogério Ivano, e ?Imagem Como Textual Visual?, com Lara Haddad, integram a programação.

No sábado, em homenagem aos 50 anos da geração Beat? que estreou no recital da Six Gallery, em San Francisco, em 7 de outubro de 1955?o ator e diretor londrinense Mário Bortolotto apresenta KEROUAC, monólogo que trata dos últimos do escritor americano Jack Kerouac (1922-1969), com dramaturgia de Maurício Arruda Mendonça. A peça foi indicada ao Prêmio Shell-SP 2003 de melhor texto. Uma mesa-redonda discute as peculiaridades da literatura londrinense, com o lançamento do livro Ouro Verde-Café Quente: 50 Anos de História de Literatura em Londrina, de Carlos Francovig. Fechando o evento, Poesia in Concert, um recital coletivo com feras da poesia falada como Chacal, Marcelo Montenegro, Thadeu Wojciechowski, Ricardo Corona e Joca Reiners Terron, entre outros.

Londrix 2005 – festival Literário de Londrina é um projeto estratégico desenvolvido em parceria com a Secretaria de Cultura de Londrina e produtores independentes, visando debater, divulgar e incentivar a literatura produzida em Londrina, no Paraná e no Brasil. Tem curadoria de Christine Vianna, Denise Gentil, Rodrigo Garcia Lopes e Marcos Losnak.