enkontra.com
Fechar busca

+ Pop

A paranaense Franciely Freduzeski conquista espaço em novela

  • Por Jornalista Externo

Franciely Freduzeski é de parar o trânsito. Por onde passa, a bela morena de curvas generosas e olhar penetrante chama a atenção. Prova disso é que, durante a sessão de fotos no Rio de Janeiro, a atriz de América era alvo dos mais extasiados olhares dos transeuntes. Não por acaso, a personagem de Franciely na novela de Glória Perez, a sensual Conchita, também vem "mexendo" com a cabeça de Carreirinha, de Matheus Nachtergaele. A mexicana que trabalha na pensão de Consuelo, interpretada por Cláudia Jimenez, definitivamente conseguiu "laçar" o peão e tornar-se a sua "musa". "Acho que foi paixão à primeira vista. São dois personagens solitários que sempre procuraram por sua cara-metade", acredita.

Em sua segunda novela de Glória Perez a primeira foi uma participação em O Clone, onde interpretou a dançarina Beta , Franciely confessa que está satisfeita com as "peripécias" amorosas vividas por Conchita e Carreirinha. Empolgada, conta que ficou um pouco receosa com os rumos que a personagem poderia tomar ao longo da trama. Isso porque a atriz reconhece que Conchita não tinha um destino lá muito definido na novela. Mas o "affair" com o peão está servindo para saber qual vai ser o futuro dos dois. "Eles vão se casar, é claro, só não sei ainda quando", desconversa.

Além de ter conquistado maior destaque na trama, o reconhecimento por parte do público também tem sido motivo de orgulho para Franciely. A atriz destaca que, nas ruas, já vem sendo chamada pelo nome da personagem. Até recentemente, Franciely ainda era lembrada pela participação no Zorra Total. Entre 2000 e 2001, a atriz participou do quadro Dá Uma Subidinha, ao lado de Agildo Ribeiro, onde vivia a personagem Dona Gegé. "O engraçado é que, mesmo depois de tanto tempo, ainda me falam algumas gracinhas. Até nos estúdios da novela, as pessoas brincam e pedem para dar uma subidinha", confessa, entre risos. A participação no humorístico serviu de "cartão de visitas" para ingressar no elenco de sua primeira novela. Franciely foi convidada para O Clone, em 2001, onde interpretou a dançarina Beta, namorada de Xande, vivido por Marcello Novaes. O primeiro contato com o "universo" de Glória Perez, porém, não foi dos melhores. Muito pelo contrário: foi um tanto traumática. Franciely era vista como "atriz de humor". "As pessoas sempre rotulam. Ainda ‘pesava’ o fato de me considerarem apenas mais um rostinho bonito", queixa-se.

Mas foi através da participação na novela e também, é claro, por causa de sua incontestável beleza que Franciely recebeu o convite para posar na Playboy, em 2002. A beldade de Laranjeiras do Sul, interior do Paraná, no entanto, não pensou duas vezes e logo aceitou a proposta, que classifica como irrecusável. "Foi uma coisa de momento e resolvi fazer. Não sei se posaria de novo. Talvez aos 40 anos…", despista. Logo após o ensaio, Franciely teve de dar um "tempo" da tevê. A atriz engravidou e ficou afastada do batente até 2004, quando novamente voltou a fazer algumas participações. Já no final do ano passado, porém, Franciely retornou ao Zorra Total, desta vez para "encarnar" a Dona Marinara, que atualmente é interpretada por Viviane Araújo. 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas