enkontra.com
Fechar busca

+ Pop

150 mil pessoas são esperadas no show de Roberto Carlos

  • Por Redação O Estado Do Paraná
Aniversário de Curitiba: o rei
Roberto Carlos em show pela paz.

Um show com o rei Roberto Carlos ao ar livre no Parque Barigüi é o presente que a Prefeitura de Curitiba oferece amanhã, quando a cidade completa 310 anos. O megaespetáculo gratuito, para o qual são esperadas entre 100 mil e 150 mil pessoas, será realizado em parceria com o projeto Pão Music, do grupo Pão de Açúcar. Roberto Carlos deve cantar sucessos representativos de todas as fases de sua carreira e encerrar sua apresentação com Jesus Cristo, num apelo à paz. A idéia é a de que o público use roupas brancas.

O show foi montado especialmente para o aniversário de Curitiba e o projeto Pão Music. Roberto Carlos se apresenta com maestro e banda próprios mostrando canções cheias de romantismo, de lembranças de Maria Rita e da época da Jovem Guarda.

Depois de Curitiba, RC fará três shows na África, comemorando um ano de paz em Angola.

Um palco de última geração foi desenhado especialmente para o Pão Music. Serão utilizadas 14 toneladas de equipamentos com novidades e materiais importados da Alemanha para a estrutura e técnica do show. O palco Órbite, cobertura de alumínio, tem de esfera chamada “Geospace” e impressiona pelo tamanho com 18 metros de vão por 17 metros de profundidade, altura central de 9 metros, totalmente fechada com lona branca do lado externo e black ou interno. Dois telões gigantes medindo cerca de 8m/6m, garantirão a visão total do espetáculo, em todos os ângulos, sendo para tanto montado a 8 metros de altura.

Para alegria da platéia e desespero dos animais do parque, o som tem 50 mil watts de potência e ocupa área de 14 m de altura por 8 m de largura, contando ainda com o sistema fly, que lança um superaudível som aéreo, vindo de caixa acústica fixada a 14 metros de altura. A iluminação, em sistema de movin light, é um outro espetáculo à parte.

Concertos-homenagens

Com entrada franca, a Camerata Antiqua de Curitiba, sob regência do maestro paulista Flávio Florence, realiza concertos em homenagem à cidade aniversariante. Hoje, às 20h, na Catedral Basílica, e amanhã, às 20h, na Igreja Presbiteriana (Rua Comendador Araújo, 343). Destaque do programa: Cantigas do Bem-Querer, do compositor Henrique de Curitiba, que realizou uma versão para formação de coro e orquestra de cordas, por sugestão da Camerata.

Toda cautela é pouca

Adélia Maria Lopes

O Parque Barigüi, ainda que sem condições de receber um público tão grande, podendo mesmo superar 150 mil pessoas, foi escolhido porque a Pedreira Paulo Leminski está interditada há anos. Por falta de segurança, o Corpo de Bombeiros não libera o espaço – onde, por sinal, Roberto Carlos já fez show.

Pela primeira vez o Barigüi, um pulmão verde em área nobre de Curitiba, sedia evento de grande porte. A preocupação dos organizadores municipais é a de que Roberto Carlos atrase muito (o que aconteceu na Pedreira) e deixe o público impaciente. Com início programado para 19h, é de se prever que quatro horas antes o parque já esteja apinhado de fãs. Mas o rei não deve se atrasar mais do que 40 minutos, garantiram os responsáveis do show à prefeitura. Mesmo assim, 40 minutos, vossa majestade?

O esquema de segurança soma 370 policiais civis e militares (120 na área do show e 250 para atender o público e proteger a área verde). Foram instalados 120 banheiros e haverá ambulâncias e carros de bombeiros no local. Na lateral do palco, haverá espaço para os deficientes físicos.

Espera-se um público numeroso pelo carisma do rei e também pelas estatísticas do Pão Music, pois Marisa Monte, sem o mesmo apelo popular, em 2001, reuniu 190 mil pessoas. E mesmo se chover, o show não pode parar.

***

Amanhã, às 19h, no Parque Barigüi, com entrada franca. Evite ir de carro próprio.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas