Enquanto trabalha para moldar uma equipe-base, Zetti não se descuida de atletas que hoje estão à margem desse processo. Até mesmo jogadores colocados em disponibilidade foram testados em um jogo-treino diante do J. Malucelli, que se prepara para a largada da Série D, dentro de um mês. No trabalho realizado na Chácara do Geraldo, sábado (com uma hora de duração), houve empate por 1×1.

O futuro Corinthians Paranaense saiu na frente com Oliveira (de pênalti) e o Tricolor empatou com o zagueiro Gabriel, cobrando falta. Zetti testou também os garotos Marquinhos e Igor, recém-promovidos na equipe de juniores.

Igor, vale lembrar, foi contratado junto ao Mixto-MT após o confronto com a equipe mato-grossense, pela Copa do Brasil. Na previsão inicial, ele ficaria quatro meses num processo de fortalecimento físico, antes de chegar ao elenco profissional. Essa preparação acabou sendo reduzida a apenas dois meses.

No treino, Zetti armou o Paraná com a seguinte formação: Rodolfo (Thiago Rodrigues); Goiano, Elton, Gabriel e Fabinho; Edimar (Marquinhos), Everton, Elvis e Bruninho; Wellington Silva (Igor) e Malaquias. Hoje, o Paraná retoma atividades e amanhã Zetti começa a montar o time que encara o Ceará.

Com Marcelo Toscano suspenso, o treinador busca um substituto para a ala-direita. Alex é a primeira opção, mas o jogador vem num processo de recuperação de lesão muscular. Caso não seja liberado, o treinador terá que improvisar ou recorrer a jogadores que estavam fora dos planos, como Thiago Araújo ou até mesmo Goiano.