O atacante Zé Eduardo foi um dos principais destaques do Santos na conquista do Campeonato Paulista, no último domingo, com a vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians. Mesmo sem marcar gols, o jogador apareceu bastante no ataque, deu passe para Arouca abrir o placar e foi elogiado pelo técnico Muricy Ramalho.

A confiança dada pelo treinador, mesmo com o jejum de 14 jogos sem gols, fez com que o atleta agradecesse. “Às vezes o centroavante não faz gol e o técnico tira do time. Mas o Muricy confiou no meu trabalho, me viu brigando lá na frente. Ele me disse que eu sempre precisava estar ali, como referência. Precisava brigar com o zagueiro, lutar bastante”, afirmou o jogador, em entrevista à TV Bandeirantes nesta segunda-feira.

Zé Eduardo está fazendo suas últimas partidas pelo Santos. Já negociado com o Genoa, o atacante se apresenta ao clube italiano em julho. Antes, no entanto, quer marcar seu nome na história do Santos com o título da Libertadores.

“Fico feliz pelo Campeonato Paulista, mas triste por estar saindo. Vai ficar a saudade dos amigos. Mas estou focado neste final de Libertadores, para conquistar quatro títulos em dois anos e ficar na história do clube”, declarou, lembrando que ganhou também o Paulistão e a Copa do Brasil em 2010.