O Campeonato Brasileiro de Ginástica Artística, que começa nesta quinta-feira em Aracaju (SE), vai contar com a participação a maior parte dos melhores atletas do País. Entre eles, o melhor do mundo nas argolas, Arthur Zanetti, que está inscrito também para competir no salto e no solo para ajudar o clube, o SERC/Santa Maria, de São Caetano do Sul (SP), a vencer por equipes.

“Nas argolas, vou fazer a minha série de (nota de partida) 6,8 e tentar tirar a melhor nota, próximo de 15.800, 15.850”, comenta Zanetti, que, ao que tudo indica, desta vez terá um concorrente de peso. Afinal, seu companheiro de clube Henrique Medina competiu há duas semanas no Festival Pan-Americano, no México, e tirou 15.750 para vencer a competição.

“O Henrique está no pé dele, mas acho que o Arthur ganha ainda. Quero os três no pódio, os dois e mais um, o Hudson”, comenta o técnico Marcos Goto, em referência a Hudson Miguel. Zanetti, porém, está tranquilo e quer usar a competição em Aracaju como teste para o Campeonato Pan-Americano. “Também vai ser um parâmetro para ver como estou, o que precisa mudar e melhorar para buscar as melhores notas no Pan.”

Marcos Goto e Zanetti ainda vão decidir se o ginasta fará a nova série de solo, que ainda não foi testada em competição. “Ele não pode treinar uma série só, tem de estar sempre treinando as duas”, explica o treinador.