O Comitê Olímpico do Brasil (COB) premiou nesta terça-feira, em cerimônia realizada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, os melhores atletas do País em 2014. Os grandes vencedores do Prêmio Brasil Olímpico foram o ginasta Arthur Zanetti, na categoria masculina, e as velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze, na feminina.

Campeão olímpico nas argolas em 2012, Arthur Zanetti foi vice-campeão mundial nesta temporada. Ele superou Marcus Vinicius D’Almeida, atleta do tiro com arco, e Tiago Splitter, jogador de basquete campeão da NBA com o San Antonio Spurs. Já as velejadoras Martine e Kahena, da categoria 49er FX, superaram Ana Marcela Cunha, da maratona aquática, e Mayra Aguiar, do judô. Neste ano, elas foram campeãs mundiais de sua classe.

A principal novidade do evento foi o prêmio Atleta da Torcida, que ofereceu ao público a oportunidade de escolher por votação pela internet o seu atleta preferido. A vitória nesta categoria foi da ginasta Flávia Saraiva, de apenas 15 anos, que neste ano ganhou uma medalha de ouro e duas de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude.

Os outros indicados para o prêmio Atleta da Torcida eram: Cesar Cielo (natação), Diego Hypolito (ginástica artística), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Marcus Vinícius D’Almeida (tiro com arco), Matheus Santana (natação), Tiago Splitter (basquete), Aline Ferreira (luta), Larissa e Talita (vôlei de praia), Martine Grael e Kahena Kunze (vela), Mayra Aguiar (judô) e Sheilla Castro (vôlei).

O troféu para Flávia Saraiva foi entregue pela ex-ginasta e esquiadora Laís Souza, homenageada pelo COB pela força de vontade e superação em sua recuperação depois que sofreu grave acidente enquanto treinava para os Jogos Olímpicos de Inverno deste ano.

O dinamarquês Morten Soubak, da seleção brasileira feminina de handebol, e o espanhol Jesus Morlán, da canoagem, foram escolhidos pelo COB os melhores treinadores do Brasil em 2014 nas categorias esporte coletivo e esporte individual, respectivamente.

HOMENAGEM – O Troféu Adhemar Ferreira da Silva, oferecido anualmente pelo COB a um atleta que tenha feito história no esporte brasileiro, foi oferecido ao ex-fundista Vanderlei Cordeiro de Lima. Há 10 anos, ele ganhou a medalha de bronze na maratona da Olimpíada de Atenas, na Grécia, mesmo após ter sido agredido durante a prova pelo padre irlandês Cornelius Horan.

Confira os atletas eleitos em cada modalidade:

Atletismo – Fabiana Murer

Badminton – Lohaynny Vicente

Basquete – Tiago Splitter

Boxe – Robson Conceição

Canoagem Slalom – Ana Sátila

Canoagem Velocidade – Isaquias Queiróz

Ciclismo BMX – Renato Rezende

Ciclismo Estrada – Rafael Andriato

Ciclismo Mountain Bike – Henrique Avancini

Ciclismo Pista – Flavio Cipriano

Desportos na Neve – Isabel Clark

Desportos no Gelo – Isadora Williams

Esgrima – Renzo Agresta

Futebol – Neymar

Ginástica Artística – Arthur Zanetti

Ginástica de Trampolim – Camila Lopes Gomes

Ginástica Rítmica – Angélica Kvieczynski

Golfe – Rafael Becker

Handebol – Eduarda Amorim

Hipismo Adestramento – João Victor Oliva

Hipismo CCE – Márcio Jorge Carvalho

Hipismo Saltos – Álvaro Affonso de Miranda Neto (Doda)

Hóquei Sobre Grama – Bruno Mendonça

Judô – Mayra Aguiar

Levantamento de Peso – Fernando Reis

Lutas – Aline da Silva Ferreira

Maratona Aquática – Ana Marcela Cunha

Nado sincronizado – Giovana Stephan

Natação – Matheus Santana

Pentatlo Moderno – Yane Marques

Polo Aquático – Felipe Perrone

Remo – Fabiana Beltrame

Rúgbi – Julia Sardá

Saltos Ornamentais – Cesar Castro

Tae kwon do – Edival Marques (Netinho)

Tênis – Marcelo Melo e Bruno Soares

Tênis de Mesa – Hugo Calderano

Tiro com Arco – Marcus Vinícius D´Almeida

Tiro Esportivo – Rodrigo Bastos

Triatlo – Pâmela Oliveira

Vela – Martine Grael e Kahena Kunze

Vôlei de praia – Juliana e Maria Elisa

Vôlei – Fabiana Claudino