A Yamaha anunciou nesta quinta-feira o nome do substituto do espanhol Jorge Lorenzo, que vai se transferir para a Yamaha ao término do atual campeonato. Ele será sucedido por Maverick Viñales, também da Espanha, que assinou contrato para as temporadas 2017 e 2018.

Viñales compete atualmente pela Suzuki e ocupa o quinto lugar na classificação do campeonato. Nos próximos dois anos, ele estará na Yamaha, sendo o companheiro de equipe do italiano Valentino Rossi, que teve o seu contrato renovado em março.

Na sua carreira na motovelocidade, Viñales, de 21 anos, conquistou o título da Moto3 em 2013. Ele fez a sua estreia na MotoGP em 2015, temporada que marcou o retorno da Suzuki para a categoria, e foi eleito o estreante do ano.

Em 2016, Viñales aproveitou a evolução da Suzuki para subir ao pódio pela primeira vez na MotoGP, na etapa da França, quando garantiu o terceiro lugar. Agora, em 2017, terá a oportunidade de substituir o atual campeão e líder do campeonato.

A “dança das cadeiras” iniciada com a decisão de Lorenzo de trocar a Yamaha pela Ducati provocou outra mudança anunciada nesta quinta-feira. Preterido na Ducati com a contratação do espanhol, o italiano Andrea Iannone foi contratado pela Suzuki para a vaga de Viñales.

Iannone assinou um contrato válido pelas temporadas 2017 e 2018 com a Suzuki. O italiano estava na MotoGP desde 2013, tendo competido sempre pela Ducati. No ano passado, ele terminou o campeonato em quinto lugar, com uma pole position e três pódios. Em 2016, Iannone está apenas na décima posição, mas já subiu ao pódio uma vez.