São Paulo – Numa conta simples, Xandy Negrão e Andreas Mattheis podem garantir por antecipação o bicampeonato da GT3 caso terminem à frente de Ricardo Rosset e Walter Salles hoje, na abertura da última rodada dupla da temporada em Interlagos.

Chegando dentro da zona de pontos que vai do primeiro ao oitavo colocado e superando os vice-líderes na luta particular dos Ford GT, os atuais campeões transformariam a corrida de amanhã em mera formalidade de fechamento do calendário. Xandy e Mattheis somam 96 pontos contra 87 de Rosset e Salles, que somam quatro vitórias até agora.

Xandy e Mattheis, no entanto, prometem lutar pela sétima vitória do ano e deixar o regulamento dentro dos boxes. “Foi assim que trabalhamos até agora. Só vamos nos preocupar com a situação do campeonato se tivermos enfrentando algum risco”, adiantou Mattheis, que domingo passado em Tarumã – além da dobradinha antecipada de suas duas equipes e pilotos na Stock Car – comemorou os 20 anos da conquista de um inédito título no brasileiro de Marcas e Pilotos.

“Não é nosso estilo correr pensando em resultados”, acrescentou Xandy, cujo carro número 9 estabeleceu a volta mais rápida em metade das 14 provas já realizadas, inclusive as últimas cinco. Apesar da preparação dos rivais, que usaram as Mil Milhas Brasileiras como preparação para a tentativa de reação na reta final, Mattheis está confiante. “O carro está bem acertado”, lembrou.