Acabou o sonho da adolescente norte-americana de ganhar o título do US Open, diante de toda a torcida local no complexo de Flushing Meadows, em Nova York. E terminou de uma forma arrasadora. Nesta quarta-feira, pelas quartas de final, a dinamarquesa Caroline Wozniacki, oitava colocada do ranking mundial da WTA, não deu a menor chance a Melanie Oudin, de apenas 17 anos, e venceu por fáceis 2 sets a 0 – com um duplo 6/2, em ?? minutos.

A tenista norte-americana, número 70 do mundo, havia surpreendido a todos por ter derrotado quatro russas no seu caminho até as quartas. Anastasia Pavlyuchenkova, Elena Dementieva (quarta do ranking), Maria Sharapova (ex-número 1) e Nadia Petrova (cabeça de chave número 13) ficaram para trás, mas Oudin não mostrou a mesma consistência nesta quarta.

Com ótima campanha na temporada – ganhou três torneios, inclusive o de New Haven, que serve de preparação para o US Open -, Wozniacki foi agressiva e não deixou a norte-americana aplicar seus melhores golpes – Oudin cometeu 43 erros não-forçados. Com a classificação, a dinamarquesa é a primeira de seu país a chegar às semifinais de um Grand Slam desde 1968.

Sua rival na luta por uma vaga na decisão será outra surpresa deste US Open. A belga Yanina Wickmayer derrotou a ucraniana Kateryna Bondarenko e avançou. A outra semifinais será disputada entre a norte-americana Serena Williams, número 2 do mundo, e a belga Kim Clijsters.