A Williams enfim anunciou quando apresentará o seu carro para o próximo campeonato da Fórmula 1. Nesta quinta-feira, a equipe britânica revelou que exibirá a pintura do FW42, o seu bólido para a temporada 2019, na próxima segunda-feira, na sua sede em Grove, na Grã-Bretanha.

As cores da Williams vão sofrer alterações para o próximo campeonato, após a equipe utilizar, desde 2014, as da Martini, empresa de bebidas que vinha sendo a sua patrocinadora mais importante. Na apresentação do seu carro, na segunda-feira, a Williams também vai revelar o seu novo principal apoiador.

Em 2018, a Williams fechou o Mundial de Construtores com o pior desempenho entre as dez equipes do grid, com apenas sete pontos somados pela dupla composta pelo canadense Lance Stroll e pelo russo Sergey Sirotkin. Já em 2019, os seus titulares vão ser o polonês Robert Kubica, que está fora de categoria desde 2010, e o britânico George Russell, campeão da Fórmula 2 no ano passado.

Como a Haas apresentou o seu modelo para 2019 nesta quinta-feira, a Williams será a segunda equipe a revelar o seu carro para o campeonato, no mesmo dia que a Toro Rosso. A Renault o fará na terça-feira, Mercedes, Red Bull e Racing Point mostrarão os seus na quarta, a McLaren vai exibir o bólido na quinta, enquanto a Ferrari deixará para fazê-lo na sexta.

A Alfa Romeo será o último carro do grid a exibir o seu carro para o campeonato, o que ocorrerá em 18 de fevereiro, mesmo dia em que serão iniciados os testes coletivos da pré-temporada no circuito de Barcelona. O campeonato vai ser aberto em 17 de março, quando será realizado o GP da Austrália.