A Uefa informou nesta quarta-feira que iniciará um processo disciplinar contra o técnico Arsène Wenger e o meia Samir Nasri, do Arsenal. Ambos foram acusados de conduta imprópria por conta das críticas feitas ao árbitro Massimo Busacca, na derrota da última terça diante do Barcelona, por 3 a 1, na Espanha, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Wenger discutiu rispidamente com Busacca ao término da partida. O técnico e o jogador reclamaram muito da expulsão de Van Persie, aos 12 minutos do segundo tempo. O atacante recebeu bola em posição irregular e bateu em direção ao gol, mesmo após o apito do árbitro. Com isso, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Ele alegou que não escutou o apito.

Após o lance, o Barcelona marcou dois gols, que selaram o placar de 3 a 1 e a classificação da equipe espanhola para as quartas de final da principal competição interclubes do futebol europeu. Na primeira partida, o Arsenal havia vencido por 2 a 1.