enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Vôlei paranaense treina para o Brasileiro de Seleções Juvenil

  • Por Nelson Comel, Cma

O vôlei paranaense estará, a partir do dia 24, disputando o Campeonato Brasileiro de Seleções da Divisão Especial Juvenil Feminino. A competição reúne os melhores selecionados dos Estados para atletas nascidas a partir de 1991 e vai ser realizada em Maceió, Alagoas.

A Federação Paranaense de Voleibol divulgou nesta quarta-feira a relação da comissão técnica e das atletas convocadas para os treinamentos que iniciam no dia 15 na AABB de Curitiba.

Depois, com os treinamentos a Comissão Técnica avalia as atletas que tem melhores condições e que formarão a equipe de dez atletas que vai defender o Paraná na competição.

O técnico da seleção paranaense é novato no Estado. Começou a trabalhar na equipe Sion/AABB no início deste ano apenas, mas é um grande conhecido do público brasileiro.

Jorge Edson foi campeão olímpico em Barcelona 1992 e já comandou diversas equipes no sul do País. Terá pela primeira vez a oportunidade de comandar um selecionado num campeonato organizado pela CBV. Jorge Edson terá como supervisor da delegação o experiente Eli Amada Pereira, ex-árbitro internacional e atual dirigente de equipe.

Dentre as atletas selecionadas, destaque paro Francyne A. Jacintho, do Finasa, que foi campeã pela seleção brasileira do mundial juvenil em julho. Além de Francyne, a seleção contará também com reforços vindos de clubes de fora, como Mariana Thomaz de Aquino, do Minas Tênis; e Maira Lemberg, do Fluminense.

Dos clubes paranaenses, Patrícia Stasiak e Barbara Fraga, vindas de São Miguel do Iguaçu; Marjorie Correa, Larissa Lima, Nathalia Marques; todas da equipe do Amavolei de Maringá, e Larissa Oliveira que vem de Marechal Cândido Rondon.

De Curitiba, Mariana Furquim e Fernanda Guimarães, do Positivo; Ana Paula Mikos, Thaís Adão, Gabriela Machado, Mariana Muchalski e Andrieli Gerchewski, todas da equipe do Círculo Militar/Dom Bosco.

Segundo avaliou o presidente da FPV, Neuri Barbieri a seleção tem potencial para ficar entre as três primeiras colocações, e dependendo da preparação e crescimento da equipe dentro da competição, pode inclusive lutar pelo título.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas