O Paraná Clube deu um passo importante para a manutenção da base de seu atual elenco. O volante Édson Sitta definiu ontem a renovação de seu contrato por mais duas temporadas. Com algumas propostas, prevaleceu o calendário ‘cheio’ do Tricolor e o tempo de contrato. Aos 30 anos, Sitta formou com Ricardo Conceição a melhor dupla de volantes dos últimos tempos a vestir a camisa do clube. No primeiro turno, figuraram muitas vezes na seleção da Série B.

‘Me adaptei bem ao clube e a identificação foi imediata. Espero buscar conquistas nos próximos desafios, com foco na Série A, que esteve muito perto este ano’, afirmou o atleta. Sitta, curiosamente, foi contratado como lateral-direito. No início da Segundona, ficou no banco, com Roniery sendo escalado. Após atuar na ala frente ao Paysandu (derrota por 2×0), Édson foi deslocado para o meio-de-campo no jogo seguinte (1×0 sobre o Figueirense) e não mais saiu do time. ‘No exterior, tinha jogado por dentro muitas vezes. O Dado viu essa possibilidade e acho que deu certo, apesar de não termos subido’, comentou.

Sitta é o terceiro jogador a definir a sua permanência no Paraná. Antes, o clube já havia renovado os contratos do goleiro Marcos e do também volante Ricardo Conceição. Nas próximas semanas negociará com o zagueiro Anderson e com o meia Lúcio Flávio. A partir do acerto com a nova comissão técnica, o clube deverá anunciar como ficará a composição do elenco para a disputa do Paranaense, que tem início programado para o dia 19 de janeiro.