João Noronha
Neguete: ?Mostramos que o Paraná é time grande e tem que ser respeitado?.

?Nosso time é f…?, berrou o zagueiro Daniel Marques aos microfones de rádio, enquanto vibrava junto à torcida tricolor logo ao fim do clássico. A reação simbolizou bem o sentimento dos paranistas pela vitória sobre o Atlético e a classificação para a final: desabafo por causa de algumas críticas que punham em dúvida a capacidade da equipe.

O próprio time exaltou mais a garra do que a técnica como fator determinante para a vitória. ?Em cada jogada tínhamos dois ou três jogadores disputando a bola. Antes do jogo já falávamos que era a forma de chegar à final, e fizemos bem nosso papel?, falou o capitão Beto. ?É a resposta a quem duvidava da gente e queria Atletiba na final?, explodiu o meia Renan, que havia comemorado o primeiro gol da equipe provocando a torcida atleticana. ?Mostramos mais uma vez que o Paraná é um time grande e deve ser respeitado?, emendou o zagueiro Neguete.

?Muita gente não acreditava, até pelo excesso de jogos. Mas vencemos quando precisávamos e vamos em busca de mais um título estadual?, fez côro o vice-presidente José Domingos.

O fim do tabu de vitórias no estádio adversário foi um combustível extra nas comemorações tricolores. ?Era algo que estava incomodando?, falou o lateral Alex, que ainda festejou o primeiro gol como profissional e colecionou prêmios de melhor em campo oferecidos pelas emissoras de rádio.

Vôo fretado pra evitar desgaste

Para alegria dos tricolores, a maratona prossegue. Classificado para a decisão do Paranaense e para as oitavas-de-final da Libertadores, o Paraná Clube vai investir em conforto para reduzir o desgaste pela seqüência de jogos.

Logo após a vitória de ontem, o vice-presidente José Domingos adiantou que a delegação vai a Paranavaí e volta em vôo fretado – pela melhor estrutura aeroportuária, possivelmente o avião pouse em Maringá, a 77 quilômetros da cidade-sede do ACP. Isso porque já no meio da semana seguinte o Tricolor começa a encarar as oitavas da Libertadores, contra adversário a ser definido, na Vila Capanema.

As datas das partidas da Libertadores estão indefinidas – a Conmebol costuma marcá-las para terça, quarta ou quinta-feira. Se for na terça, a primeira decisão do Estadual em Paranavaí deverá acontecer no sábado. A diretoria tricolor confirmou também que a partida de volta da finalíssima do Estadual, no final de semana seguinte, acontece na Vila Capanema.

Sem vantagem

O regulamento do Paranaense-2007 não dá na final a vantagem de dois empates que os times com melhor campanha tinham na semifinal. Se houver igualdade em pontos e saldo de gols após as duas partidas, haverá 30 minutos de prorrogação e, se necessário, disputa por pênaltis. O único benefício do Tricolor por ter somado mais pontos que o Paranavaí é jogar a segunda partida em casa.

A Federação marcou para a próxima quinta-feira uma reunião com os clubes finalistas para definir detalhes das partidas e realizar o sorteio de árbitros.