Campeão da Eurocopa em 2012, o espanhol Vicente del Bosque foi eleito o melhor técnico do ano passado pela Fifa, nesta segunda-feira, em cerimônia realizada em Zurique. O treinador da seleção espanhola desbancou o compatriota Josep Guardiola, ex-Barcelona, e e o português José Mourinho.

Del Bosque foi escolhido em votação que contou com a participação dos técnicos e capitães das 209 seleções filiadas à Fifa e por jornalistas convidados pela revista France Football – a premiação da publicação se fundiu com a honraria da Fifa em 2010.

“É um grande privilégio trabalhar para a Federação Espanhola de Futebol e com esta comissão técnica. Gostaria de lembrar todos os técnicos que tive em minha vida e que foram parte da minha educação”, disse Del Bosque, que recebeu o prêmio das mãos de Luiz Felipe Scolari, técnico da seleção brasileira.

O treinador aproveitou a oportunidade para fazer elogios aos jogadores de sua seleção. “É um orgulho representar o futebol e a seleção espanhola. Gostaria de reconhecer o trabalho de todos os jogadores que tornam nossa equipe cada vez melhor. São boas pessoas e têm comportamento excelente”, declarou.

Antes de levar a Espanha ao bicampeonato europeu, Del Bosque precisou atuar fora dos gramados no início do ano para apaziguar os ânimos dos seus atletas, divididos pela rivalidade acirrada entre Barcelona e Real Madrid. Bem-sucedido, conseguiu recobrar o espírito nacional do elenco e levou a equipe a mais um grande título, na esteira da Eurocopa de 2008 e da Copa do Mundo de 2010.

Entre os treinadores de times femininos, a sueca Pia Sundhage conquistou o troféu, superando o japonês Norio Sasaki, da seleção medalha de prata em Londres, e o francês Bruno Bini. Sundhage foi bicampeã olímpica, em 2008 e 2012, à frente da equipes dos Estados Unidos. Atualmente, ela comanda a seleção da Suécia.