O vice-governador Orlando Pessuti recebeu, neste sábado (21), durante a abertura do Carnaval em Matinhos, a comenda “Senhor da Copa”. A homenagem, das confrarias da Boca Maldita e da torcida do Atlético Paranaense, reuniu mais de 5 mil pessoas na Praia Mansa, em Caiobá, e serviu para divulgar o trabalho do Comitê Executivo do Paraná para Copa do Mundo. O Paraná concorre com outros 17 Estados a ser uma das 12 sedes da competição, que será realizada no Brasil em 2014.

“O litoral do Paraná é a minha praia e, hoje, reativamos a Boca Maldita de Caoibá-Matinhos e estamos juntos com a torcida atleticana pela Copa do Mundo de 2014, nesta festa maravilhosa que é o Carnaval do Litoral paranaense”, disse Pessuti.

Além de Pessuti foram homenageados o secretário do Meio Ambiente, Raska Rodrigues; a diretora de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Maria Arlete Rosa; o presidente da Fecomércio, Darci Piana; o diretor de Relações Institucionais da Cohapar, Doático Santos; o senador Alvaro Dias; e o prefeito de Matinhos, Eduardo Dalmora.

Adesão

A festa “Copa Aqui” no litoral, segundo Doático Santos, serviu para mostrar a adesão dos paranaenses à candidatura de Curitiba como sede da copa. “A Copa será disputada na Arena da Baixada (estádio do Atlético Paranaense). Por isso esta alegria, exaltação e a grande aliança com todo o povo do Paraná”, disse.

Doático afirmou que os paranaenses estão confiantes para receber a maior competição esportiva do planeta. “No Paraná, além de Curitiba, que será a sede de uma das chaves, a Copa vai mobilizar as grandes cidades e o litoral paranaense, que receberão milhares de turistas em função da competição. Todos ganham com a Copa do Mundo em Curitiba”.

Providências

O senador Alvaro Dias disse o Paraná saiu na frente de outros estados e já adiantou as providências necessárias para sediar uma das chaves da competição. “Além de ser o estado, com melhor infra-estrutura, temos aí o Atlético com seu estádio moderno, que é hoje o único estádio em obras do país”.

“Este evento em Caiobá, certamente mostra o entusiasmo de todos os paranaenses por esta oportunidade. Isto significa colocar a imagem do nosso estado para o mundo. Significa atrair turistas, investimentos públicos e privados”, completou.

Empregos

O presidente da federação do comércio, Darci Piana, disse que a competição a ser confirmada vai trazer muitos empregos ao Paraná. “A Copa do Mundo vai propiciar investimentos que beneficiarão as cidades, o Porto do Paranaguá, as ruas, segurança, hotelaria, gastronomia”.

Além de atrair milhares de turistas durante o evento, segundo Piana, toda a infraestrutura que será construída em função da competição será disposta à população. “Tudo isto é muito válido e fundamental. E esta união que está acontecendo entre o Governo do Estado, a prefeitura e todas as entidades de classe, é muito importante para que a gente possa em 21 de março de comemorar a entrada definitiva do Paraná na copa de 2014.”