Atual tricampeão mundial, Sebastian Vettel vem dominando a Fórmula 1 nas últimas temporadas, mas segue em busca da primeira vitória diante de sua torcida. O alemão jamais venceu uma prova da categoria em Nurburgring, mas descartou que isso traga pressão a mais para o GP da Alemanha, que será disputado neste domingo.

“Em termos de pontos que posso marcar para o campeonato, aqui é a mesma coisa que em qualquer outro lugar. Obviamente é algo especial pilotar em frente à torcida local e me sinto muito feliz por ter essa possibilidade, para ser honesto. Acho que é legal ver o apoio que conseguimos e a fascinação que causa a Fórmula 1”, comentou.

Para tentar sua primeira vitória em casa, Vettel terá que se adaptar aos novos pneus. Depois das quatro explosões nos compostos traseiros de pilotos no GP da Inglaterra, no último domingo, a Pirelli decidiu mudar e os pneus traseiros contarão com interior composto de Kevlar – uma fibra sintética muito resistente.

“Acho que, primeiramente, é bom que em menos de uma semana pudemos conseguir um diferente tipo de pneu para essa corrida, que esperamos que seja mais seguro para todos nós. Obviamente, a última corrida não foi o que queríamos e não foi satisfatória, então é bom que tenhamos novos pneus aqui. Quão melhor e diferente ele será é difícil julgar nesse estágio, mas estou confiante que seja um passo à frente”, disse.

Apesar de a temporada sequer ter chegado à metade, na Red Bull já se pensa em 2014. Isso porque Mark Webber já anunciou que não permanecerá na equipe, o que fez com que especulações sobre seu substituto fossem levantadas. Daniel Ricciardo, da Toro Rosso, e Kimi Raikkonen, da Lotus, são os favoritos no momento.

“Para mim, não importa. Mesmo depois que o Mark anunciou a saída, acho cedo para falar sobre substituto. Se eu pudesse, daria ao Ricciardo a vaga, mas também daria ao Kimi. Acho que é algo que deve ser decidido pela equipe e até agora ainda não falamos sobre isso, temos outras preocupações”, garantiu.