Segundo lugar no GP do Japão de Fórmula 1, realizado na madrugada deste domingo, Sebastian Vettel lamentou seu mau desempenho no início da prova, o que, para ele, foi determinante para que perdesse a prova, da qual largou como pole position: “Foi uma péssima largada”.

O tetracampeão, acelerou seu carro antes da autorização para largar. Sentindo que tinha errado, ele teve de segurar novamente a arrancada. Quando tentou sair novamente, Valtteri Bottas, da Mercedes, fez a ultrapassagem. O finlandês acabaria sendo o vencedor da prova.

“As luzes estavam acesas havia muito tempo, mas foi um erro meu, perdi a inércia e foi pior do que um começo ruim, foi um começo muito ruim e depois foi difícil porque a Mercedes foi muito rápida e tinha mais ritmo do que nós”, explicou o piloto, que teve de segurar a pressão de Lewis Hamilton para manter o segundo posto no final da corrida.

“Não foi um bom dia, não tivemos ritmo, o segundo lugar acabou sendo razoável. Pena o que aconteceu com Charles (Leclerc), pois poderíamos ter desafiado as Mercedes um pouco mais”, acrescentou o alemão, sobre o ainda pior domingo vivido por seu colega de escuderia.

O monegasco largou em segundo no grid e também foi ultrapassado por Bottas. Para piorar sua situação, terminou num modesto sétimo lugar após se enroscar com a Red Bull de Max Verstappen enquanto o holandês tentava uma ultrapassagem, cair para o sexto posto e ainda terminar punido pela direção da prova em 15 segundos, o que lhe custou uma posição, cedida ao australiano Daniel Ricciardo.

Terminado o GP e com sua punição decretada, Leclerc foi ao Twitter para se desculpar com Verstappen e admitir a falha. “Foi erro meu. Arruinou a corrida de Max e nos colocou em má situação para o restante da prova”, postou o piloto da Ferrari.