Em confronto de espanhóis no Masters 1000 de Montecarlo, o favorito Fernando Verdasco levou a melhor nesta sexta-feira, depois de levar um susto no segundo set, e derrotou Albert Montañes por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (4/7) e 6/0, em pouco mais de duas horas de confronto.

A vitória garantiu o sexto cabeça de chave na semifinal da competição. No sábado, ele terá pela frente o sérvio Novak Djokovic, número dois do mundo, que eliminou o argentino David Nalbandian por 2 a 0, mais cedo nesta sexta. O espanhol venceu apenas dois de sete confrontos disputados contra Djokovic.

Melhor em quadra desde o início da partida, Verdasco parecia que não teria problemas para fechar o jogo diante de Montañes. Não teve o saque ameaçado na primeira parcial e encaminhava a segunda parcial com tranquilidade. Porém, acabou relaxando quando vencia por 5/1 e deixou o rival chegar ao empate e vencer o set no tie break.

Verdasco, porém, não se abateu com o vacilo e mostrou grande recuperação no terceiro e decisivo set. Sem cometer erros, não teve o serviço ameaçado e não cedeu nenhum game ao compatriota, aplicando um “pneu”, sem dar chances de reação desta vez.

A outra semifinal terá um novo duelo de espanhóis. Rafael Nadal, número três do mundo, enfrentará David Ferrer, 17.º do ranking da ATP.