O torcedor do Vasco saiu de São Januário satisfeito com a vitória do time sobre o Macaé, por 4 a 0, nesta quinta-feira, pelo Campeonato Carioca. E, certamente, deixou o estádio muito contente com a atuação do jovem atacante Philippe Coutinho, já negociado com a Inter de Milão, da Itália. O jogador de 17 anos foi um show à parte, especialmente no primeiro tempo. Exibiu dribles bonitos, no melhor estilo futebol-arte, deu bons passes e levou à loucura a zaga rival.

Partiu dos seus pés o lançamento que originou o primeiro gol do Vasco, marcado pelo volante Léo Gago, aos 13 minutos do primeiro tempo. A equipe cruzmaltina não diminuiu o ritmo e garantiu os três pontos nos 45 minutos iniciais. Fez mais dois gols, com o atacante Rafael Coelho e o volante Nilton, até o intervalo. O jogo estava liquidado.

O Vasco nem sentiu a ausência do atacante Dodô e do meia Carlos Alberto, os jogadores de maior destaque do time. Dodô, autor de três gols no clássico contra o Botafogo, no último fim de semana, cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Já Carlos Alberto se recupera de contusão.

O quarto gol veio no início do segundo tempo, anotado pelo meia Magno. Com larga desvantagem no placar, o Macaé “perdeu” a cabeça. O zagueiro André foi expulso. Logo em seguida, o defensor Otávio se desentendeu com Rafael Coelho e ambos receberam o cartão vermelho.

A essa altura, o Vasco só queria que o tempo passasse. Estava assegurada a quarta vitória na Taça Guanabara (primeiro turno do Estadual do Rio) e a liderança no Grupo B, com 12 pontos. O Macaé é o lanterna da chave, com apenas um ponto.

Ficha Técnica:

Vasco 4 x 0 Macaé

Vasco – Fernando Prass; Thiago Martinelli, Titi, Fernando (Gustavo) e Márcio Careca; Nilton, Souza, Léo Gago (Rafael Carioca) e Magno (Geovane Maranhão); Philippe Coutinho e Rafael Coelho. Técnico: Vágner Mancini.

Macaé – Lugão; Thiago Maciel (Fred), André, Otávio e Bill; Gedeil, André Gomes, Amaral e Diego; Laio (Raphael Aguiar) e Léo Santos. Técnico: Toninho Andrade.

Gols – Léo Gago, aos 13, Rafael Coelho, aos 31, e Nilton, aos 37 minutos do primeiro tempo. Magno, aos 9 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – Léo Gago (Vasco); Gedeil e Bill (Macaé).

Cartões vermelhos – Rafael Coelho (Vasco); André e Otávio (Macaé).

Árbitro – Péricles Bassols Pegado Cortez.

Renda – R$ 81.525,00.

Público: 4.269 pagantes (4.704 no total).

Local – Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).