O Vasco lutou bravamente, mas não conseguiu conquistar o título do Brasileirão. Com o empate por 1 a 1 no clássico contra o Flamengo, neste domingo, no Engenhão, o time vascaíno ficou mesmo com o vice-campeonato, dois pontos atrás do campeão Corinthians. Do lado flamenguista, o resultado da última rodada representou a classificação para a Libertadores de 2012.

Num ano em que conquistou o inédito título da Copa do Brasil e enfrentou um trauma com o AVC do técnico Ricardo Gomes em agosto, o Vasco terminou o Brasileirão em segundo lugar, com 69 pontos somados em 38 rodadas. Já o Flamengo do astro Ronaldinho Gaúcho conseguiu a quarta colocação no campeonato, com 61 pontos.

Precisando ganhar, o Vasco tentou pressionar, mas quem teve a primeira chance foi o Flamengo. Aos dois minutos, Fierro arriscou de longe e assustou o goleiro Fernando Prass. A resposta vascaína veio aos seis, com o chute cruzado de Fagner. Depois, nova oportunidade flamenguista aos 10, quando a bola de Thiago Neves raspou a trave.

Os vascaínos ainda reclamaram um pênalti não marcado pelo árbitro, mas logo depois comemoraram o gol. Aos 29 minutos, o volante Nilton fez uma linda jogada e cruzou na medida para Diego Souza cabecear: 1 a 0. Com a vantagem, o Vasco passou a controlar o jogo e quase ampliou aos 44, mas Felipe defendeu o forte chute de Alecsandro.

No segundo tempo, o técnico Vanderlei Luxemburgo tentou mudar o panorama do jogo e voltou do intervalo com duas mudanças no Flamengo: entraram Muralha e Deivid nos lugares de Fierro e Negueba. Mas o Vasco continuou melhor e mais perigoso. Tanto que Fagner quase ampliou o placar aos cinco minutos, parando apenas na boa defesa de Felipe.

O Flamengo, no entanto, conseguiu chegar ao empate. Num rápido contra-ataque aos 10 minutos, Renato recebeu passe de Deivid dentro da área e ainda limpou a marcação antes de tocar no canto de Fernando Prass. A situação vascaína ficou mais complicada aos 25, quando o lateral-esquerdo improvisado Jumar fez falta dura e foi expulso.

Mesmo com um jogador a menos, o Vasco foi ao ataque em busca do gol que poderia lhe dar o título. E quase marcou aos 32 minutos, quando Bernardo chutou e Felipe fez a defesa. O Flamengo também teve boa chance, mas Fernando Prass defendeu a bola de Ronaldinho Gaúcho aos 38. Assim, o placar do clássico ficou mesmo no 1 a 1, para tristeza vascaína.

FICHA TÉCNICA:

Vasco 1 x 1 Flamengo

Vasco – Fernando Prass; Fagner, Dedé, Renato Silva e Jumar; Nilton, Rômulo, Fellipe Bastos (Eduardo Costa) e Felipe (Bernardo); Diego Souza (Elton) e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges (interino).

Flamengo – Felipe; Léo Moura, Alex Silva, Welinton e Júnior César (Rodrigo Alvim); Willians, Fierro (Muralha), Renato e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Negueba (Deivid). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols – Diego Souza, aos 29 minutos do primeiro tempo; Renato, aos 10 minutos do segundo tempo.

Árbitro – Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ).

Cartões amarelos – Jumar, Renato, Fernando Prass, Eduardo Costa, Alex Silva e Negueba.

Cartões vermelhos – Jumar e Renato.

Renda e público – Não disponíveis.

Local – Estádio Engenhão, no Rio.