O Vasco não havia pontuado no segundo turno, mas conseguiu encerrar o jejum de vitórias na noite desta quarta-feira, em Campinas, onde venceu a Ponte Preta, por 1 a 0, no Estádio Moisés Lucarelli, na abertura da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O centroavante Leandrão foi o herói da vitória.

O time carioca quebrou uma série de nove jogos sem vitória, mas ainda segue em situação delicada, na lanterna com 16 pontos, longe ainda de sair da zona de rebaixamento. A Ponte chegou ao quinto jogo sem vencer – dois empates e três derrotas – mantendo-se na parte debaixo da tabela, com 28 pontos, podendo entrar na degola no final da rodada.

Pelo futebol apresentado no primeiro tempo, o Vasco parecia o mandante do jogo. O visitante carioca aproveitou a cautelosa Ponte Preta durante toda primeira etapa e mandou em campo. Apesar do domínio, os cariocas não conseguiram finalizar com qualidade e o goleiro Marcelo Lomba trabalhou pouco.

Sem inspiração, mesmo com a entrada do meia Adrianinho como titular, a Ponte conseguiu chegar apenas em jogada de bola parada. Após cobrança de escanteio, Ferron testou firme e exigiu grande intervenção de Jordi. No contra-ataque, o Vasco tentou responder, mas Lomba saiu da área antes da chegada de Leandrão. Foi só. Uma primeira etapa pobre e com empate sem gols justo pelo que foi apresentado.

A Ponte voltou com mudança no posicionamento no meio-campo. Adrianinho ganhou companhia de Fernando Bob na armação e o time campineiro teve uma pequena melhora, porém, sem chances claras. As coisas se complicaram para o time campineiro depois que Diego Oliveira recebeu segundo amarelo e foi expulso, aos 15 minutos.

Jorginho aproveitou para dar novo gás ao ataque com as entradas de Andrezinho e Riascos. A dupla conseguiu criar boa jogada, invadindo a área, mas o equatoriano mandou para fora.

O domínio carioca virou gol aos 29 minutos. Luan fez o cruzamento da direita, a bola foi cortada parcialmente e sobrou para Leandrão. De fora da área, o atacante dominou e bateu colocado, sem chances de defesa para Lomba.

O nervosismo tomou conta da Ponte Preta, que não teve forças para reagir. O time virou uma verdadeira bagunça, na base do desespero, fez lances bizarros e irritou ainda mais a torcida. O time carioca ainda carimbou a trave com Andrezinho e pode comemorar a vitória tranquilo.

Os dois times voltam a campo no domingo. A Ponte Preta encara o Santos, às 11 horas, novamente no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, enquanto o Vasco recebe o Atlético-PR, às 16 horas, em São Januário, no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 0 X 1 VASCO

PONTE PRETA – Marcelo Lomba; Rodnei, Renato Chaves, Ferron e Gilson; Josimar, Elton (Juninho), Fernando Bob e Adrianinho (Keno); Biro Biro (Cesinha) e Diego Oliveira. Técnico – Doriva.

VASCO – Jordi; Madson, Rodrigo, Luan e Julio César; Diguinho (Rafael Vaz), Julio dos Santos (Andrezinho), Bruno Gallo e Nenê; Herrera (Riascos) e Leandrão. Técnico – Jorginho.

GOL – Leandrão, aos 29 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Diego Almeida Real (RS).

CARTÕES AMARELOS – Diego Oliveira, Gilson e Ferron (Ponte Preta); Herrera (Vasco).

CARTÃO VERMELHO – Diego Oliveira (Ponte).

PÚBLICO – 3.961 pagantes.

RENDA – R$ 54.900,00.

LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).