Embalados por quatro vitórias consecutivas, os jogadores do Vasco decidiram novamente dispensar a concentração antes de uma partida. Desta vez, eles resolveram dormir em casa na véspera da estreia do time na Copa Libertadores, nesta quarta-feira, contra o Nacional (URU), em São Januário.

A decisão de evitar a concentração acontece a despeito do pagamento do 13º salário de 2011 aos jogadores nesta terça. Os atletas resolveram manter a “greve” simbólica porque ainda ficaram pendentes os pagamentos de dezembro e de três meses de direitos de imagem.

Em relação ao time que enfrentará o Nacional, o técnico Cristóvão Borges ganhou uma boa notícia. Recuperado de um corte no joelho esquerdo, o goleiro Fernando Prass foi confirmado para o jogo. Rômulo, Eder Luís, Allan, todos machucados, seguem fora. Fagner, suspenso, também não poderá entrar em campo.

O Vasco deverá ser escalado nesta quarta com Fernando Prass; Max, Dedé, Rodolfo e Thiago Feltri; Nilton, Eduardo Costa, Juninho Pernambucano e Felipe; Diego Souza e Alecsandro.