Se o Palmeiras jogou sem o atacante Barcos contra o Atlético Paranaense, nesta quarta-feira, em Barueri, terá também um outro desfalque importante na semifinal da Copa do Brasil contra Grêmio ou Bahia: o chileno Valdivia está fora após levar o terceiro cartão amarelo. “Fiz bobagem”, lamentou o meia sobre o cartão recebido, em lance já no segundo tempo da vitória por 2 a 0.

Valdivia dá o exemplo de Barcos para dizer que o Palmeiras não perderá tanto com sua ausência na próxima partida. “Jogamos sem ele, que é nosso homem-gol, de referência, e marcamos dois gols”, apontou.

Apesar de não ter ido tão bem no jogo da Arena Barueri, principalmente no primeiro tempo, Valdivia deu o passe para o gol de Luan, o primeiro do time. No lance, ele mesmo poderia ter chutado, mas preferiu tocar para o companheiro. “Isso aqui é um grupo, não interessa quem faz o gol”, disse o meia. “Vi o Luan sozinho e dei uma assistência. Fico feliz por ele ter feito o gol”.

Felipão também lamentou o terceiro amarelo levado por Valdivia, mas não condenou a atitude do meia. “Ele sabe que não precisava ter levado o cartão. “Às vezes comete-se um ou outro erro e o perdemos”. Segundo o treinador, o jogo na Arena Barueri não foi nada fácil, mas valeu a força e a insistência alviverde. “Acho que minha equipe foi bem e conseguiu a classificação, que era boa pra todos nós”.