Depois da derrota para o Guarani de Divinópolis no último domingo, na estreia do Campeonato Mineiro, o técnico Vágner Mancini cobrou nesta terça-feira uma mudança de atitude do time do Cruzeiro. Segundo ele, o resultado negativo deixou o elenco bastante chateado, mas também já existe a conscientização do que é preciso mudar para conseguir a reação já na próxima rodada, domingo, contra o Tupi.

“O que pode ser dito é que a derrota de domingo, embora ela tenha doído muito, porque a expectativa era muito boa, não modificou nada aqui na Toca da Raposa. Não dá para mudar nada em função de um resultado negativo. Neste momento, temos que ter inteligência suficiente para saber que o passo certo deve ser dado dentro de campo, com muito trabalho. Então, nós não vamos mudar nada daquilo que já havia sido determinado. A única coisa que tem que mudar é a participação e a atitude em campo, que não foi boa”, avaliou Mancini.

O treinador teve uma reunião com o elenco nesta terça-feira para fazer uma análise da derrota na estreia e cobrar uma nova postura na sequência da temporada. “Eu percebi que todos eles chegaram chateados porque, volto a dizer, havia muita expectativa de que a gente pudesse iniciar bem a temporada e que o jogo fosse de outra maneira. E o que nós vimos não foi isso. Os atletas sabem disso, assumiram”, contou Mancini.

“Nós conversamos sobre o jogo e todos eles foram unânimes em dizer que a equipe não jogou nada, que nós estivemos muito abaixo daquilo que deveria ser. Em função disso, nós temos que tirar essa diferença toda dentro de campo com muito trabalho”, afirmou o treinador do Cruzeiro.