Com apenas duas oportunidades para fazer o último teste no elenco da seleção brasileira antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o técnico Vadão prometeu fazer um “revezamento” nos amistosos do Brasil com o Canadá, neste sábado e na próxima terça, ambos na casa do rival.

Vadão considera as duas partidas essenciais para definir a lista de convocadas, que contará com somente 18 jogadoras, cinco a menos do que geralmente pode convocar para uma Copa do Mundo. “Vamos colocar as atletas para jogar, fazer um revezamento para que todo mundo possa participar”, projetou.

Depois destes amistosos, o grupo da seleção só voltará a se reunir às vésperas da Olimpíada. “Estes são os últimos dois jogos com o grupo todo. Depois disso, só nos 15 dias que antecedem a Olimpíada”, disse Vadão, sem esconder a preocupação com a distância para o grande evento.

Principal referência da seleção, a atacante Marta se mostrou motivada para os duelos, especialmente por causa do bom público previsto. Para o jogo em Toronto, neste sábado, 25 mil ingressos já foram vendidos.

“Eu gosto de jogar com o estádio lotado, não importa aonde seja. É bom sentir o torcedor perto. O jogo deste sábado será muito bom e disputado, pois as duas equipes estão se preparando da melhor maneira possível para a Olimpíada”, comentou a artilheira.