O jamaicano Usain Bolt voltou a competir depois de conquistar três medalhas de ouro e quebrar dois recordes mundiais no Mundial de Berlim e manteve sua rotina de vitórias. Nesta sexta-feira, mesmo sem um desempenho brilhante, ele venceu a disputa dos 100 metros rasos na etapa de Zurique da Golden League com o tempo de 9s81.

Bolt, porém, ficou longe de sua melhor marca (9s58), obtida no Mundial de Berlim, e só assumiu a liderança da prova nos metros finais. Mas o desempenho discreto era esperado, já que o recordista mundial dos 100 metros havia admitido que estava muito cansado e descartou a possibilidade de quebrar novamente o recorde mundial.

Bolt largou mal e demorou para se recuperar na prova desta sexta-feira. O também jamaicano Asafa Powell se aproveitou e liderou a prova nos metros iniciais. Mas foi superado pelo tricampeão mundial e olímpico, que fechou a prova em 9s81. O seu compatriota veio logo atrás e terminou a disputa em segundo lugar, com o tempo de 9s88. O norte-americano Darvis Patton terminou na terceira colocação, com 9s95.