Depois de sofrer uma derrota inesperada no último sábado, quando perdeu por 1 a 0 para o Peru, lanterna das Eliminatórias, o Uruguai conseguiu a recuperação nesta quarta-feira para seguir sonhando com a vaga na Copa do Mundo de 2010. Em Montevidéu, a equipe uruguaia venceu a Colômbia por 3 a 1, e de quebra ainda tirou pontos de um rival direto na briga pela classificação.

Ameaçado de não disputar sua segunda Copa consecutiva, o Uruguai começou o jogo pressionando no Estádio Centenário. Logo aos seis minutos, os anfitriões abriram o placar com o gol de Suárez. Após a zaga da Colômbia falhar na tentativa de afastar o perigo, a bola acabou nos pés do atacante, no bico esquerdo da área. Sem vacilar, ele bateu de primeira, mandando no canto do goleiro Agustín.

Na frente, o Uruguai controlava bem o jogo até a expulsão de Valdez. O zagueiro deu um carrinho lateral violento e recebeu o vermelho direto. Com um a mais, a Colômbia equilibrou a partida e começou a ameaçar os uruguaios. Mesmo assim, não conseguiu marcar. Para piorar, logo no primeiro minuto do segundo tempo, perdeu o atacante Gutiérrez, também expulso.

Novamente em igualdade numérica, o Uruguai não aproveitou e ainda sofreu o gol de empate. Aos 16 minutos, Armero cruzou da esquerda e Martínez chegou antes do goleiro Castillo para cabecear. Precisando da vitória, os uruguaios foram para cima. Com 30 minutos, o alívio enfim veio no Centenário, com o gol de Andrés Scotti, que tinha saído do banco de reservas.

Para colocar novamente o Uruguai em vantagem, Scotti ganhou a disputa com três colombianos na área. Após cruzamento da esquerda, ele cabeceou no contrapé de Agustín e fez 2 a 1. Já no final do jogo, Forlán pegou a sobra de bola na área, perto da linha de fundo, e rolou para trás. Eguren encheu o pé para decretar a segunda vitória dos uruguaios pelas Eliminatórias em 2009.

O triunfo deixou o Uruguai na sexta colocação, com 21 pontos, mais próximo da quinta posição, que dá a vaga para a repescagem – os quatro primeiros se classificam de forma direta. Assim, a seleção uruguaia depende só de si para se garantir ao menos no jogo contra o quarto colocado da Concacaf (Américas do Norte e Central e Caribe), já que ainda encara o Equador, fora, e a Argentina, em casa.

A Colômbia, por sua vez, vem logo atrás do Uruguai, com 20 pontos. Nas últimas duas rodadas das Eliminatórias, os colombianos enfrentam o Chile, em casa, e o Paraguai, fora.

Ficha Técnica:

Uruguai 3 x 1 Colômbia

Uruguai – Castillo; Bruno Silva, Valdez, Cáceres e Pereira; Diego Pérez, Gargano, Cavani (Andrés Scotti) e Rodríguez (Eguren); Suárez (Abreu) e Forlán. Técnico: Oscar Tabárez.

Colômbia – Agustín; Perea, Córdoba, Yepes e Armero; Guarín, Aguilar, Viáfara (Martínez) e Ramos (Pabón); Moreno (Hernández) e Gutiérrez. Técnico: Eduardo Lara.

Gols – Suárez, aos seis minutos do primeiro tempo; Martínez, aos 16, Andrés Scotti, aos 30, e Eguren, aos 42 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – Cáceres, Diego Pérez e Bruno Silva (Uruguai).

Cartões vermelhos – Valdez (Uruguai); Gutiérrez (Colômbia).

Árbitro – Carlos Torres (Fifa-Paraguai).

Renda e público – Não disponíveis.

Local – Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai).