enkontra.com
Fechar busca

De Letra

esportes

Últimos jogos e goleada expõem falta de reposição para Dodô e Gabriel no Santos

  • Por Estadão Conteúdo

A primeira derrota do Santos na temporada 2019 reforçou o discurso do técnico Jorge Sampaoli de que o time precisa de reforços para ser competitivo. Após a derrota por 5 a 1 para o Ituano, no Novelli Júnior, domingo, pela quinta rodada do Campeonato Paulista, o treinador lembrou que a perda de jogadores importantes não foi reposta, o que o força a apostar em jovens.

Os casos mais claros acontecem na lateral esquerda e no comando do ataque. Após a saída de Dodô, que em 2018 foi emprestado ao clube pela Sampdoria e agora está no Cruzeiro, Sampaoli iniciou a temporada apostando em Orinho, titular nos três primeiros compromissos da equipe no Paulistão.

Mas nos últimos dois jogos, o técnico tem improvisado o atacante colombiano Copete na lateral esquerda, opção que já havia sido utilizada no Santos por outros treinadores. O clube chegou a cogitar a contratação de Adriano, mas ele acertou a sua permanência no turco Besiktas recentemente.

A situação é parecida na função de centroavante, que era desempenhada por Gabriel, que estava emprestado pela Inter de Milão, em 2018, quando foi artilheiro da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro. Após iniciar a temporada com a escalação de dois jogadores da função na partida contra a Ferroviária – Felippe Cardoso e Yuri Alberto -, Sampaoli usou o ex-atleta da Ponte Preta no confronto seguinte, contra o São Bento.

Seja pela lesão de Felippe Cardoso ou pela falta de gols de ambos, Sampaoli deixou de utilizá-los na formação inicial nos compromissos seguintes do Santos, com o paraguaio Derlis González sendo o atacante mais avançado escalado nos confrontos com São Paulo, Bragantino e Ituano.

Após o duelo em Itu, Sampaoli, embora tenha defendido o grupo de jogadores, admitiu a preocupação com a falta de reposição para titulares que deixaram o Santos nas últimas semanas, o que também inclui a perda de Bruno Henrique, negociado com o Flamengo, clube que também se reforçou com Gabriel.

“A gente vem dizendo desde o primeiro jogos mesmo ganhando. Falamos de jogadores importantes que foram embora e estão sendo substituídos por garotos jovens. O clube está buscando repor as perdas e trabalho com o que tenho”, disse o argentino em entrevista coletiva.

Para a temporada 2019, o Santos se reforçou com o goleiro Éverson, o meia venezuelano Yeferson Soteldo e o zagueiro colombiano Felipe Aguilar, que falhou na derrota para o Ituano, mas recebeu o apoio de Sampaoli. “Nós confiamos muito, é um jogador que tem bastante capacidade”, comentou.

O Santos volta a jogar nesta quarta-feira, quando vai estrear na Copa do Brasil, contra o Altos-PI, em Teresina.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas