A Uefa informou nesta quinta-feira que irá investigar o volante espanhol Sergio Busquets por conta de insultos racistas que teriam sido proferidos por ele ao brasileiro Marcelo, no confronto entre Barcelona e Real Madrid, pelas semifinais da Liga dos Campeões da Europa, no dia 27 de abril.

De acordo com a entidade, o jogador do Barcelona teria violado as regras de discriminação “ao dirigir insultos racistas na direção” de Marcelo, que foram captados pela televisão. O comitê disciplinar da Uefa analisará o caso neste domingo.

Caso a Uefa considere Busquets culpado das acusações, o jogador, que vinha atuando como zagueiro nas últimas partidas, pode ficar de fora da decisão da Liga dos Campeões, contra o Manchester United, no dia 28 de maio, em Wembley.

Este não foi o primeiro caso de racismo enfrentado pelo lateral brasileiro na Espanha, nesta temporada. No clássico contra o Atlético de Madrid, no dia 19 de março, o jogador foi chamado de macaco pela torcida adversária.