A Uefa advertiu nesta quinta-feira os clubes europeus de que no futuro terão que ter as finanças em ordem ou poderão ser excluídos da Liga dos Campeões. O presidente Michel Platini disse que quer um novo regulamento financeiro até 2012 para evitar que as equipes gastem mais na compra de jogadores e pagamento de salários que as entradas de recursos provenientes de atividades relacionadas ao futebol.

“Os clubes simplesmente não podem gastas mais que os recursos que têm”, disse Platini. “Teremos três anos para ver como os clubes podem acabar com suas dívidas”, completou o dirigente, em entrevista antes do sorteio dos grupos da Liga dos Campeões. A postura da Uefa poderia afetar clubes como o Real Madrid, o Manchester United e o Liverpool, que possuem dívidas elevadas. O time espanhol conseguiu empréstimos de 250 milhões de euros (aproximadamente R$ 660 milhões) para pagar as contratações de Cristiano Ronaldo e Kaká.

“Se um clube pode obter um empréstimo de um banco para comprar jogadores e logo pode pagar, isso não é um problema”, indicou Platini. “Se um clube recebe um montante de dinheiro em subsídios de alguma fonte e tem um déficit dois anos depois, isso é um problema e não nos agrada”.