O norte-americano Tyson Gay acredita que poderá bater o segundo melhor tempo da história dos 100 metros rasos, que pertence a ele próprio, na etapa da Bélgica da Diamond League, que será realizado em Bruxelas, no próximo dia 27.

O velocista afirmou nesta terça-feira que o tempo de 9s78 obtido por ele na última sexta-feira, quando venceu fácil a etapa de Londres da competição quando não contou com a concorrência dos lesionados Usain Bolt e Asafa Powell, deu confiança para superar a marca de 9s69 conquistada por ele em setembro do ano passado, em Xangai.

“Eu acho que tenho muito (gás) sobrando no tanque”, afirmou Gay, ressaltando que está preparado para novos grandes feitos ainda nesta temporada. “Eu sei que as pistas são extremamente rápidas. Eu vou dar o meu melhor e espero que consiga (bater o seu melhor tempo)”, disse.

Apenas Bolt, atual campeão mundial e olímpico, tem um tempo melhor do que o de Gay nos 100 metros. O jamaicano cravou 9s58 no Mundial de 2009, em Berlim, quando o velocista norte-americano ficou com a prata com o tempo de 9s71.

Antes de correr na Bélgica, porém, Tyson Gay terá outro desafio: a etapa de Zurique da Diamond League, que será realizada nesta quinta-feira, na Suíça.