Dois dias depois de cravar o melhor tempo do ano nos 100 metros, Tyson Gay voltou à carga neste domingo e estabeleceu a melhor marca da temporada nos 200 metros, nas seletivas norte-americanas para o Mundial de Moscou, em agosto.

O velocista completou a prova em 19s74, desbancando os 19s79 marcados pelo jamaicano Usain Bolt, em Oslo, no início do mês. Bolt é o atual bicampeão olímpico e recordista mundial da prova, com 19s19.

Seu compatriota Justin Gatlin não disputou as seletivas por estar se recuperando de uma lesão no tendão. Medalhista de bronze nos 200m na Olimpíada de Atenas/2004, ele não participou nem mesmo das eliminatórias. Em Moscou, só disputará os 100 metros.

Na sexta-feira, Gay já havia chamado a atenção ao vencer os 100 metros, com o tempo de 9s75, também em Des Moines, em Iowa. O norte-americano é dono ainda da segunda melhor marca dos 100m, com 9s86, registrado em Kingston, em maio. Bolt, que também é o recordista desta distância, não passou de 9s94 neste ano.

As novas marcas de Gay, os recordes de Bolt e o bom desempenho do compatriota Justin Gatlin nas últimas competições aumentam a expectativa para o duelo envolvendo o trio nos 100m, a prova mais tradicional do atletismo.