O turfe vive uma jornada extraordinária com a realização do Derby Paranaense, que contará com a participação de excelentes corredores.

Fogonaroupa, vencedor do Grande Prêmio Paraná, mesmo vindo de um período de recuperação, poderá fazer valer sua grande categoria, apesar enfrentar outros bons animais de três anos, como Scoz, Imperial Bird, Tant-Eyes e Pau Brasil. Uma prova, portanto, que deverá atrair grande público ao Tarumã, esperando-se que o movimento de apostas ultrapasse a soma de R$ 300, caso a reunião não seja prejudicado pelo mau tempo.

Apresentamos, a seguir, considerações sobre os dez páreos que completam a jornada de hoje.

A parelha Spring Machine/Lírio dos Campos ganha destaque figurando como seus principais adversários, pela ordem, Beck Hauser, Sib Negri e Diller.

Sete potrancas de dois anos prometem difícil decisão na segunda prova. Giel mereceu a preferência da crônica, Jovi Joy e Messala, sem surpresa, podem derrotá-la.

Oguna Sato estréia com muita chance, podendo confirmar seu favoritismo, mas Sol el Primeiro e a parelha do Haras Curitibano são grandes rivais.

Vamos indicar a parelha Palmeira Imperial/Ptsilver, mas Nunna, Lu Querida, Jazzstar Again também poderão brigar pelas primeiras posições.

Serra Nostra dever ser a favorita quinta prova, figurando Violeti di Job, Top Gris e Blessed Naid como maiores rivais.

Dez potros, sendo seis inéditos, prometem difícil decisão. Crizão do Guará é favorito, figurando Index of Cord, Zorra Total e Radiomotor como diferenças.

The Commander, vindo de ótimas atuações, aqui e em São Paulo, deve para confirmar seu favoritismo. La Barre, Sheik Prospector e Barthez.

Senior di Job atuará como favorito da nova prova, destacando-se como seus maiores rivais Scholastic, Anis da Guanabara e Malydar.

A dupla Uniboy di Job /Uruguayo di Punta deve atuar como favorita, figurando Olho e Miss Capanema como diferenças.

 Famoso Lider, Trampolino, O?Clock, Scotland Again figuram num mesmo plano, sendo qualquer palpite muito arriscado.