Torcedores do Flamengo se envolveram em confusão na tarde desta segunda-feira, no Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio. Eles foram ao local para se despedir do time, que faz a final da Copa do Brasil com o Cruzeiro na quarta-feira, em Belo Horizonte, e acabaram promovendo tumulto no saguão do aeroporto. A Polícia Militar foi acionada e houve confronto. Duas pessoas foram presas e um taxista acabou ferido.

Conhecida como “AeroFla”, a despedida de torcedores no aeroporto tem acontecido sempre que o time embarca para jogos decisivos longe do Rio. Por volta das 13h, centenas de flamenguistas caminhavam pelo Centro do Rio em direção ao Santos Dumont. A intenção era fazer uma festa do lado de fora quando o ônibus com a delegação chegasse, mas o veículo acabou entrando direto para a pista.

Com isso, os torcedores entraram no aeroporto para prestar a homenagem, já que há uma área de vidro que dá para a pista. Foi aí que começou o tumulto. Segundo o comando do 5º Batalhão da Polícia Militar (Harmonia), às 15h cerca de 600 torcedores do Flamengo invadiram o saguão. Os policiais pediram que eles se retirassem, mas “os torcedores não obedeceram e passaram a apedrejar e a acender sinalizadores dentro do local”.

Para conter o tumulto, os PMs utilizaram gás de pimenta e bombas de gás. Dois homens foram presos e encaminhados à 5ª DP. Além disso, um taxista foi atingido por uma pedrada e socorrido ao Hospital Souza Aguiar.