Rio – A Fórmula 1 voltou ao seu ritmo normal ontem. Mostrando a habitual superioridade em relação aos adversários, Michael Schumacher retomou o caminho das vitórias – interrompido pelo primeiro lugar de Jarno Trulli em Mônaco – ao vencer o GP da Europa, em Nürburgring, Alemanha. Largando na pole, o hexacampeão mundial teve apenas que administrar as paradas nos boxes para subir no lugar mais alto do pódio pela 76.ª vez em sua carreira.

O brasileiro Rubens Barrichello completou a dobradinha da Ferrari chegando em segundo lugar, seguido de Jenson Button, da BAR. Vencedor em Monte Carlo, Trulli, da Renault, completou a prova em quarto lugar.

Fernando Alonso, da Renault, em quinto, Giancarlo Fisichella, da Sauber, em sexto, Mark Webber, da Jaguar, em sétimo, e Juan Pablo Montoya, da Williams, em oitavo, completaram o grupo dos pilotos que pontuaram.

Felipe Massa, da Sauber, não marcou pontos, chegando em nono. Já Cristiano da Matta, da Toyota, deixou a prova logo após a largada, na primeira curva, após ser atingido pela Williams de Ralf Schumacher.

Com o resultado em Nürburgring, Michael Schumacher chegou aos 60 pontos e se isolou ainda mais na liderança da temporada 2004. Rubinho é o segundo colocado, com 46, seguido de Jenson Button, em terceiro, com 38. A Ferrari lidera o Mundial de Construtores com 106 pontos. A Renault vem em segundo lugar, com 61.