O francês Jo-Wilfried Tsonga e o checo Tomas Berdych confirmaram favoritismo, nesta sexta-feira, e garantiram vaga nas oitavas de final de Roland Garros. O primeiro deles justificou com certa tranquilidade a condição de quinto cabeça de chave ao vencer o italiano Fabio Fognini por 3 sets a 0, com 7/5, 6/4 e 6/4, enquanto o tenista da República Checa sofreu muito para justificar o status de sétimo pré-classificado. Ele só avançou após jogar cinco sets contra o sul-africano Kevin Anderson em um duelo que terminou com parciais de 6/4, 3/6, 6/7 (4/7), 6/4 e 6/4.

Com a vitória obtida na terceira rodada do Grand Slam francês, Tsonga enfrentará na próxima fase o vencedor do confronto entre o francês Gilles Simon e o Stanislas Wawrinka, também programado para ser encerrado nesta sexta.

Já Berdych medirá forças contra o ganhador do duelo entre o argentino Juan Martín del Potro e o croata Marin Cilic, outra partida que faz parte da programação do dia, que prevê nove embates ao total na chave masculina.

Em outro confronto já encerrado nesta sexta-feira, o espanhol Marcel Granollers venceu o tunisiano Malek Jaziri por 3 sets a 2, com 7/6 (7/1), 3/6, 6/1, 3/6 e 7/5, e se credenciou para encarar, ainda pela terceira rodada, o francês Paul-Henri Mathieu.

O jogo entre Granollers e Jaziri seria disputado na última quinta-feira, mas acabou adiado para esta sexta por causa da longa batalha travada no mesmo dia entre Mathieu e o norte-americano Isner, que terminou com vitória do francês por 3 sets a 2, após 5 horas e 41 minutos, e se tornou a segunda partida mais longa da história de Roland Garros. O espanhol e o tunisiano se enfrentariam na mesma quadra no jogo seguinte, mas, por falta de luz natural, só puderam atuar nesta sexta.