Na partida de ontem, válida pela Copa do Brasil, faltou somente mais um gol. E se existe um personagem, para que os paranistas reclamem, ele se chama Magrão.

O goleiro do Sport salvou sua equipe de um verdadeiro massacre. Merece até salário extra no fim do mês. Uma pena. A estrela que brilhou foi a do arqueiro…e não do ataque tricolor.

Afinal, o Paraná foi pra cima e soube se impor diante do adversário durante boa parte do confronto. Mas o que vale é bola na rede e o goleiro Juninho também fez sua parte ao defender a penalidade.