Campeão antecipado da Divisão de Acesso, o Paraná Clube volta a campo hoje (05), frente ao Foz do Iguaçu, apenas para cumprir tabela. O jogo será às 15h, no Janguito Malucelli. A mudança de local visa a preservação do gramado da Vila Capanema para a disputa da Série B do Brasileirão, que desde já passa a ser o foco principal do Tricolor. O técnico Ricardinho escala hoje a equipe suplente, inclusive com a presença de novos garotos da base. “Temos algumas surpresas para apresentar, ainda”, avisou.

A ideia é usar os três jogos restantes (na seqüência, o Paraná encara Grêmio Metropolitano e Serrano) para dar oportunidade a alguns atletas revelados no clube. Até aqui, a Segundona deu à comissão técnica a condição de abrir espaço para atletas do nível de Marquinhos e Maicon. “Eles já estavam no clube há tempos. Só souberam aproveitar as oportunidades e ganharam espaço”, disse o treinador.

O Tricolor, nesta reta final, tem apenas um objetivo: assegurar a invencibilidade. Em 15 jogos, o Paraná conquistou 14 vitórias e teve apenas um empate. Com a melhor campanha, o melhor ataque (40 gols) e a melhor defesa (11), o clube pode, ainda, fazer o artilheiro da competição. Com 6 gols, Wellington Silva corre atrás de Bahia (do Grecal), que tem 9.