No último sábado a torcida fez a sua parte e deu show nas arquibancadas da Vila Capanema. Acreditando na mesma mobilização para o jogo frente ao Guaratinguetá – no próximo sábado, às 16h20 -, a diretoria do Paraná Clube decidiu manter os preços promocionais. O ingresso no setor popular segue custando R$ 40 e a expectativa é novamente de um público superior a dez mil pagantes. “Precisamos disso. Não podemos parar por aí. Há um longo caminho a ser percorrido”, avisou o técnico Dado Cavalcanti.

Os jogadores reconhecem que o clima positivo e a energia das arquibancadas foram decisivos para a vitória sobre o Sport, que valeu ao Tricolor o seu melhor momento na Série B, desde a queda, em 2007. Os 30 pontos conquistados até aqui já representam a melhor campanha do clube em um 1.º turno da Segundona, superando a marca de 2011, quando computou 28 pontos. “E, ainda temos dois jogos. Temos que fechar essa etapa com mais da metade do caminho andado”, disse o vice-presidente Luiz Carlos Casagrande.

Uma vitória sobre o Guará vai representar não só a permanência no G4, mas o melhor turno do Paraná desde que a Série B passou a ser disputada por pontos corridos. Em 2008, após uma primeira etapa muito ruim, o Tricolor computou 32 pontos no returno, o que lhe valeu a fuga do rebaixamento. “Temos que aproveitar esse momento e buscar a melhor pontuação possível. Com essa torcida fazendo essa festa, será muito difícil nos parar na Vila Capanema”, frisou o zagueiro Brinner.

Após uma série de jogos com cerca de quatro mil torcedores no estádio, o Paraná conseguiu, com a mobilização de todos e a redução nos valores dos ingressos, triplicar este número. Foram 12.295 pagantes, recorde na temporada do Durival Britto. “Dificilmente quem esteve na Vila frente ao Sport não irá retornar para o jogo contra o Guaratinguetá. O time tem uma postura que está contagiando o nosso torcedor”, comentou o superintendente Celso Bittencourt, esperando até um público superior ao verificado no último sábado.

A venda dos ingressos começa hoje, em todas as sedes do clube (Capanema, Kennedy e Boqueirão) e mais uma vez a orientação é para que o torcedor compre o seu bilhete com antecedência e também evite chegar ao estádio em cima da hora. Além da manutenção dos preços promocionais, a diretoria lançou ontem um “pacotão” de ingressos para os onze jogos que o Tricolor irá disputar nesta Série B. O carnê custa R$ 550 (e não há o meio-ingresso), podendo escolher o local onde irá acompanhar os jogos (nas sociais ou na arquibancada).