Diante do Coritiba, o Paraná passou longe daquilo que vinha apresentando até o momento no Campeonato Paranaense. Apático, o Tricolor aceitou a pressão dos donos da casa e praticamente não chegou ao gol adversário. A atuação ruim, inclusive, foi admitida por jogadores e comissão técnica.

“Jogamos mal, não conseguimos repetir o que vínhamos desempenhando, mas é normal isso acontecer no campeonato. Agora temos que pensar no próximo jogo”, disse o lateral-direito Nei.

“Estivemos muito abaixo, principalmente tecnicamente. Não conseguíamos trocar três passes para chegar ao ataque. Erramos muito, fizemos a nossa pior partida do ano, não conseguimos incomodar o Coritiba, mas eles também tiveram seus méritos”, completou o técnico Claudinei Oliveira.

Apesar disso, o treinador acredita que a derrota veio em um momento onde o trabalho não será prejudicado e que pode servir até como lição para o grupo. “É bom que eles sintam e não esqueçam esta derrota. É uma lição que temos que aprender. Se fosse em um jogo de mata-mata, estaríamos eliminados”, ressaltou o comandante paranista.

Em relação ao pênalti que originou o primeiro gol do Coritiba, Claudinei descartou que o lance tenha sido crucial. “É difícil falar sobre o pênalti. Falei para o Boschilia (assistente) que quem procura, acha. Se o bandeirinha procurar pênalti na área, vai achar sempre uns três, quatro. Mas não adianta nós reclamarmos, não jogamos bem”, concluiu o técnico.

Confira mais lances do jogo!