enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Arena da Baixada

Trabalhadores fazem greve na Arena e Petraglia fala com operários

Funcionários alegam atraso no pagamento de salários

  • Por Diogo Souza E Paula Weidlich

Cerca de 300 trabalhadores responsáveis pelas obras na Arena da Baixada voltaram a paralisar suas atividades, nesta sexta-feira (13). Em protesto, os funcionários ficaram de braços cruzados até às 16h em frente ao estádio, que sediará quatro jogos da Copa do Mundo de 2014.

O clima ficou tenso no local. Durante a tarde houve diversas discussões entre os grevistas, seguranças da obra e até agentes da Setran. Segundo os trabalhadores, ainda há atraso de salários e benefícios. Todos os envolvidos são funcionários de empresas sub-contratadas pela CAP/SA, empresa que gerencia as obras na Arena.

De acordo com o dirigente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de Curitiba (Sintracon), José Oliveira, os funcionários estão irritados com a demora no pagamento dos salários. “Todos estão indignados com os atrasos nos pagamentos. Os operários já ocuparam o portão de acesso de materiais e equipamentos do estádio para pressionar o Atlético a cumprir com suas obrigações”, disse o dirigente.

Os operários já haviam entrado em greve no início desta semana alegando o mesmo motivo. Segundo o presidente do Sintracon, Domingos Oliveira Davide, apenas alguns funcionários receberam o pagamento. “Eles efetuaram o pagamento apenas dos funcionários ligados diretamente ao clube. Os trabalhadores das empreiteiras não receberam. Nós iremos parar todas as atividades caso o pagamento não saia”, ressaltou Davide.

O presidente do Clube Atlético Paranaense, Mario Celso Petraglia, falou pessoalmente com os manifestantes, pedindo que eles retornassem ao trabalho. A paralisação foi encerrada após uma votação realizada pelo Sintracon com os trabalhadores. Nesta assembleia ao ar livre ficou decidido que se os pagamentos não forem realizados com depósitos confirmados até a segunda-feira pela manhã, a greve será retomada ainda na segunda a partir do meio-dia. Na reunião, nove trabalhadores de diferentes empresas sub-contratadas pela CAP/SA repassaram seus contatos para o sindicato, para confirmação dos pagamentos dos salários.

Procurada pela reportagem do Paraná Online a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/PR) informou que não irá intervir na questão, já que formalmente não recebeu nenhuma reclamação por parte dos trabalhadores ou de seu sindicato representante. Caso esta denúncia seja formalizada o procedimento é agendar uma mesa redonda de conciliação entre os funcionários e as empresas empregadoras.

Confira o vídeo com o discurso de Petraglia:

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

64 Comentários em "Trabalhadores fazem greve na Arena e Petraglia fala com operários"


alfredo palha
alfredo palha
5 anos 2 meses atrás

..e o metraia quer criar a funcap(fundação clube atraz do petraia) na realidade ele quer mais um gorpe, se ele passar tudo do clube para a fundação, e se tornar dono vitalicio do aidetico.l

Carlos Montagner
Carlos Montagner
5 anos 2 meses atrás

Digitei no Google “Brasil, país da impunidade” e vim parar aqui!

Sprech deutsch
Sprech deutsch
5 anos 2 meses atrás

esse trétis tá virando circo….. kkkk sem identidade própia, nem simbolo original conseguiram ter só na base da cópia, estádio então só com a muleta do estado… esse é grube grube aidétis, e o patatia patatá é o tio pét e sua trup kkkk hillário

ARENA PADRÃO FIFA... É DO CAP
ARENA PADRÃO FIFA... É DO CAP
5 anos 2 meses atrás

qual obra esta mais atrasada? a arena padrão FIFA ou o pombal da maua

Rogerio Couto Pereira
Rogerio Couto Pereira
5 anos 2 meses atrás

Só o Paulo Baier pra acreditar no petrókio, os trabalhadores não são burros.

1 2 3 13
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas