Apesar da segunda derrota em dois testes, o Atlético está evoluindo. A constatação é do técnico Claudinei Oliveira, mesmo sob o impacto do resultado ruim ontem contra o Guangzhou Evergrande – vitória do time chinês por 2×1, pela Casino Marbella Cup (ver detalhes ao lado). Nos planos do técnico, os resultados importam pouco neste início de pré-temporada. Ainda mais para um time que hoje completa vinte dias desde que retomou os treinamentos. Mesmo assim, a torcida não gostou de outro tropeço na Espanha.

A reação nas redes sociais foi de cobrança. Os atleticanos esperam que a diretoria trabalhe e contrate pelo menos dois jogadores – o que está também nos planos de Claudinei Oliveira, como a Tribuna noticiou ontem. Ao mesmo tempo, a galera quer preservar os jovens, para que eles não sejam “queimados” antes da hora.

Claudinei não reclama de uma possível exigência maior nestes amistosos. “Temos que expor os jogadores a todo tipo de dificuldades. Não podemos ficar na nossa zona de conforto”, comentou o treinador rubro-negro, que acabou indiretamente comparando a excursão ao trabalho da maioria dos clubes brasileiros. “Seria fácil ficar em Curitiba e disputar amistosos com equipes amadoras e ganhar de 4×0, 5×0 ou 6×0. Temos que vivenciar esta experiência”, resumiu.

Sereno, o técnico ressaltou que o adversário de ontem era mais forte do que o Benfica Luanda, de Angola, primeiro rival da temporada. “Enfrentamos um adversário talvez até mais qualificado que a equipe de Angola e, na minha opinião, a nossa equipe se apresentou melhor do que eles. Sofremos os gols em falhas que não costumamos cometer”, analisou Claudinei Oliveira.

O treinador espera evolução constante nestes setenta dias de pré-temporada, e por isso acredita em um rendimento melhor já na terceira partida da excursão, sábado, contra o Samsung Bluewings, da Coreia do Sul. “Talvez seja a primeira partida em que vamos estar descansados. A equipe deve estar mais inteira para apresentar o melhor jogo”, finalizou.

Falhas marcam derrota

Ontem, o Atlético novamente não se achou em campo e foi derrotado para o Guangzhou Evergrande por 2×1. Com o resultado, o Furacão não tem mais chance de conquistar o título da Casino Marbella Cup, primeiro teste da equipe durante a pré-temporada na Espanha. Os gols chineses foram marcados por Dong e pelo brasileiro Elkeson, ainda na primeira etapa. Cléo descontou no segundo tempo.

O técnico Claudinei Oliveira iniciou a partida com uma alteração em relação ao primeiro jogo do ano – Douglas Coutinho foi escalado no lugar de Edigar Júnio. A equipe começou com Weverton; Daniel Borges, Gustavo, Cleberson e Natanael; Deivid, Hernani e Bady; Douglas Coutinho, Cléo e Dellatorre.

Mas a defesa rubro-negra bobeou na primeira jogada ofensiva do time chinês, e Dong abriu o placar logo a cinco minutos de jogo. Apesar de uma bola na trave de Bady e de uma chance de Douglas Coutinho, o Atlético levou o segundo gol com Elkeson.

Na etapa final, Olaza, Edigar Júnio e Otávio entraram na equipe nos lugares de Natanael, Dellatorre e Hernani. E com Edigar saiu o gol atleticano – no cruzamento do atacante, o goleiro bobeou e a bola sobrou para o atacante Cléo apenas tocar para as redes, dando números finais à partida.