A Fifa puniu nesta quinta-feira a seleção de Togo pela escalação de um jogador irregular nas Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2014, mas a Líbia foi a mais afetada com a decisão e viu as suas chances de vir ao Brasil no ano que vem diminuírem.

Em 9 de junho, Togo venceu Camarões por 2 a 0, mas como a seleção togolesa utilizou um jogador irregular – o meio-campista Alaixys Romao, que estava suspenso – a Fifa definiu um triunfo por 3 a 0 para os camaroneses.

Assim, Camarões assumiu a liderança do Grupo I das Eliminatórias Africanas com 10 pontos ao ultrapassar a Líbia, que tem nove. Na última rodada da chave, prevista para o dia 6 de setembro a seleção de Camarões vai receber a equipe líbia e precisa do empate para se garantir nos playoffs finais que definirão os cinco representantes do continente na Copa do Mundo de 2014.

Além da seleção de Togo, Burkina Fasso, Guiné Equatorial, Etiópia, Gabão e Sudão já foram punidos com a perda de pontos por erros administrativos na atual fase das Eliminatórias Africanas.