A nova rodada de julgamentos no Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR), pela denúncia de escalação de jogadores irregulares na Divisão de Acesso do Estadual 2012, decretou outra perda de pontos na noite de ontem. Dessa vez as duas equipes londrinenses da competição, Cincão e Júnior Team, sofreram um revés no tapetão. Anteriormente, o Cascavel também recebeu punição pelo mesmo motivo.

Pela presença do jogador Wallace nos empates contra Serrano e Cascavel, no 1.º turno, o Cincão foi punido com a perda de oito pontos. O Júnior Team, punido com perda de três pontos na noite de ontem, pela escalação de Mateus Molan na derrota da estreia do Acesso, contra o Paraná, agora tem 15 pontos a menos na tabela. Dirigentes das equipes garantiram que vão recorrer da decisão do TJD-PR.

“Vamos reverter. Só que mesmo com a eventual perda de pontos, continuamos na briga pelo acesso”, disparou o presidente do Cincão, Gilberto Ponce.

Para o Júnior Team, a situação pode ficar ainda mais complicada na noite de hoje. O clube será novamente julgado pela escalação de Mateus Molan, no empate contra o Cascavel, podendo perder mais quatro pontos. “A meu ver, (o caso) ainda não foi bem assimilado pelos auditores. Mas vamos tirar o que for proveitoso da derrota de hoje (ontem) e tentar fazer melhor amanhã (hoje)”, afirmou o diretor jurídico do clube, André Gorla.

Apenas a diretoria do Cascavel, punido com a perda de 6 pontos, ainda não confirmou como vai proceder com a decisão.