O técnico Tite saiu de Jundiaí satisfeito após ver um Corinthians cheio de jogadores pouco utilizados no ano passado empatar por 1 a 1 com o Paulista, no último domingo, em Jundiaí, na estreia do Paulistão. Entre as novidades, a principal foi o primeiro jogo de Zizao como titular do clube. E o chinês não decepcionou ao realizar a bela jogada individual e em seguida a assistência que resultou no gol corintiano, marcado por Giovanni.

Embora a atuação do atacante tenha sido longe de ser brilhante, Tite destacou a inteligência exibida pelo jogador no lance do gol corintiano, depois de o chinês ter mostrado certa afobação no primeiro tempo do confronto em algumas jogadas, assim como aconteceu com outros atletas da equipe alvinegra.

“O Zizao veio mais solto no segundo tempo, mais confiante, e a equipe toda foi bem. Ele tem a jogada pessoal. Quando recebe essa bola de frente (para a meta adversária), tem muita mobilidade para fintar e fazer o lance pessoal”, disse Tite, para em seguida completar: “Mostrou ser inteligente também, pois quando chegou o intervalo eu falei: ‘Pessoal, quando chegar no último terço do campo, perto da área adversária, não define no primeiro movimento, calma, conduza em cima do adversário, deixa a primeira jogada se apresentar e espera um segundo movimento para escolher a melhor jogada'”.

Tite se referiu ao fato de que Zizao teve calma para dar dribles nos adversários conduzindo a bola de forma cadenciada e não apenas fazendo uso de sua velocidade para passar pelos marcadores.

“Estávamos como uma equipe muito jovem, era Nenê (Bonilha) querendo definir rápido, Zizao definindo rápido, Giovanni rápido. Isso é próprio da idade, também já fui jovem e queria fazer o segundo movimento sem pensar o primeiro… Cresceu toda a equipe, não só ele (Zizao) no segundo tempo”, encerrou o comandante.