Mais do que a liderança no Campeonato Brasileiro, outro grande desafio do Palmeiras é conseguir segurar Gabriel Jesus. Além do Barcelona, outros dois grandes clubes da Europa estão dispostos a gastar milhões para levar o atacante, casos dos rivais Manchester United e Manchester City. A diretoria alviverde promete jogar duro para mantê-lo, pelo menos, até o fim do ano.

No total, quem tem a melhor proposta é o Barcelona. O time catalão pretende gastar 19 milhões de euros (cerca de R$ 73 milhões) mais 5 milhões de euros (R$ 19,2 milhões) por aditivos no contrato. Já o Manchester City tem uma proposta de 21,5 milhões de euros (R$ 82,7) enquanto o United aparece atrás, com 19,5 milhões (R$ 75 milhões).

Segundo o jornal espanhol Sport, o Palmeiras já recusou a proposta do Barcelona. A reportagem do jornal O Estado de S.Paulo apurou que o clube espera por um novo contato e acredita que possa conseguir uma oferta maior.

A multa de Gabriel é de 40 milhões de euros (R$ 153,9 milhões) e cinco equipes podem pagar apenas 24 milhões de euros (R$ 92,3 milhões) para levá-lo, casos de Barcelona, Real Madrid, Bayern de Munique, Paris Saint-Germain e Manchester United.

A diretoria do Palmeiras mantém a postura de negar qualquer contato e assegura que vai segurar o atacante. Gabriel já manifestou que sua cabeça está na equipe alviverde, mas que seria um sonho defender o Barcelona.

Quem também já manifestou interesse nele foram a Juventus e o Bayern de Munique. O Palmeiras detém apenas 30% dos direitos econômicos do jogador. Os 70% restantes são divididos da seguinte forma: os empresários Cristiano Simões (32,5%) e Fabio Caran (22,5%) e o próprio jogador tem 15%.